Táticas

BOVESPA – 10 Mandamentos para investidores iniciantes

Uma ação representa uma companhia. Considere-se proprietário dela e saiba tudo o que está ocorrendo. Não compre ações sem estudar a companhia. Não há correlação entre o sucesso de uma companhia e o sucesso de sua ação, no curto prazo. No longo prazo a correlação é de 100%. Nunca invista em uma ideia que não a possa explicar com clareza. Quando insiders estão comprando é um bom sinal. Compre ações de companhias sólidas, com um histórico de sucesso e sente nelas. O tempo conta a seu favor. Evite ações de IPO. Elas não têm histórico conhecido, tem o preço fixado por critérios não técnicos e é como comprar um bilhete de loteria. É sorte, não investimento. Ninguém pode prever a direção do mercado de ações. Despreze as previsões e se concentre no que está ocorrendo com a “sua” companhia. Não diversifique demais a ponto de não ser capaz de fazer um bom acompanhamento das condições da empresa em que investiu.…

FUNDAMENTOS DA ANÁLISE TÉCNICA – BOVESPA

MOTIVAÇÕES: Se você é investidor em ações na Bolsa já deparou com a incerteza: ‘Qual o melhor momento de entrar?’ ‘ Será agora o momento de sair?’  A fórmula “comprar na baixa e vender na alta” você já sabe por experiência que é mito. Também seguir as recomendações das corretoras e bancos você sabe que é mito também. Corretoras e bancos querem ganhar dinheiro para eles, não necessariamente para seus clientes. Greg Smith, um executivo da Goldman Sachs, escreveu recentemente no New York Times: “Fico doente ao ver como as pessoas são insensíveis ao falar em passar a perna nos próprios clientes”. Você deveria ler esse artigo procurando-o no Google. OBJETIVO: As analises que apresentarei aqui são diferentes de tudo que você já viu. Elas mostram, passo a passo, o que está acontecendo com a Bolsa através de seu índice principal, o Bovespa, e indica as perspectivas. Não farei recomendações, não darei dicas, não indicarei Top Pics que cairão nos meses seguintes.…

ADRIANA MACHADO, uma executiva improvável?

TRADUZINDO AS NOTÍCIAS  ADRIANA MACHADO, uma executiva improvável? Adriana tem a idade para ser minha filha caçula. Fluminense de nascimento é bonita, simpática, inteligente e muito bem articulada. Formada em Ciência Política pela Universidade de Brasília é, sobretudo, uma ótima estrategista e conhecedora das táticas para alcançar seus objetivos, qualidades que a habilitaram para a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência. Boa formação não lhe falta e agora assume a Presidência da GE do Brasil onde vai comandar oito mil funcionários e um faturamento de US$ 2,6 bilhões, segundo dados de 2010. Querem meu palpite? Ela vai triunfar e fazer jus a MIDAS, a rede de afinidade que ajudou a criar e que significa: Mulheres Internacionais Dinâmicas e Articuladas Sempre. Pois é, num mundo em veloz transformação com acontecimentos inesperados que podem alterar completamente o curso das empresas e de países, como temos visto acontecer em todo o mundo, nesta década, o que mais se necessita no alto comando de…

HAPPY HOUR II

Por que resistimos a mudar? Qual é a raiz do medo? Podemos nos libertar de nossas couraças? Como nos comportamos ante as inovações? Por que devemos imitar as borboletas?   No artigo anterior, comentamos sobre como as más escolhas afetam nossas vidas. Talvez seja este o momento apropriado para refletirmos sobre as causas que nos levam a conviver com nossas más escolhas, ao invés de decidirmos virar a mesa.   Observemos o que se passa com o ciclo de vida da borboleta. Primeiro surge a lagarta. Depois de algum tempo, ela começa a enrolar-se num fio fino e resistente, produzido pela glândula salivar, até ficar totalmente envolta num casulo ou crisálida, onde permanece em estado de hibernação até transmudar-se numa borboleta.   É neste momento que a borboleta devora o casulo, e escapa para uma nova vida cheia de perigos e aventuras, ajudando a tornar o nosso mundo mais belo e colorido. Que semelhança tem isso conosco?   Tudo a ver!   Nós também…

HAPPY HOUR I

É meu propósito apresentar, nesta nossa conversa, uma nova abordagem que ofereça, como atrativo, um momento de reflexão sobre sua própria estratégia de vida.  Em geral as pessoas tem muita dificuldade de reconhecer uma informação como nova ou mesmo inovadora. A razão é que recebem as informações e as filtram com seus próprios preconceitos.  Por isso, é sempre mais fácil falar às crianças, pois elas são um livro em branco. Então, para que esta leitura seja útil e interessante, eu apelo a você que desperte, neste momento, a criança que leva dentro de si e deixe descansar a mente, a dialética interna e permaneça num estado de prazer, sem a interferência crítica da razão. Se nossa interação, nesta abordagem, for bem sucedida, associada a uma disposição correta de abertura e receptividade, tenho certeza de que não lamentará ter-me concedido, neste momento, a honra de seu precioso tempo.   ESTRATÉGIA Estratégia é uma arte que tem sua validade e aplicação sempre…