EUA

EUA, CHINA, RÚSSIA E O MUNDO QUE SE DANE

Há muitos e respeitáveis analistas do mercado financeiro apostando numa maxidesvalorização do Yuan, a moeda chinesa, o que traria, caso efetivada, tumultos nos mercados mundiais como a queda abrupta nas bolsas de valores em todo o mundo, Brasil incluído. Falam até em queda de 20 a 30% o que produziria uma perda de riqueza excepcional. Darei abaixo o decálogo de motivos que são arrolados para essa previsão e, em seguida, minhas ideias à respeito, que indicam porque não partilho da mesma opinião. 1-Trump declarou várias vezes, inclusive no twitter, que a China é manipuladora de sua moeda. 2-Surpreendentemente, também declarou que o dólar está muito forte e ele quer um dólar mais fraco. Consequentemente, Trump espera que a China deixe sua moeda valorizar mais. 3-Trump colocou em risco a política chinesa de “Uma Só China”. Essa política significa que a China quer que os EUA continuem a reconhecer Taiwan, a província rebelde, como parte do território chinês e não como outro…