Estratégia

CHINA E SEU PLANO ESTRATÉGICO – III

China está nadando em ouro? Os EUA possuem, oficialmente, mais de 8.000 toneladas de ouro em suas reservas. A China revisou, neste ano, suas reservas oficiais em apenas 1. 677 toneladas.  Essa informação tem gerado especulações no ocidente de que a China está despreparada para assumir uma posição proeminente como moeda reserva, tal como pretende. Isso me fez lembrar de meu aprendizado de táticas e estratégias: ‘mostre que é fraco onde é forte e muito forte onde é fraco’. Acho essa quantidade de ouro declarada bastante ridícula e, com base nas pesquisas que realizei e da qual você será informado logo mais, certamente concordará comigo. A China vem acumulando ouro de diferentes maneiras e o faz com competência e de forma secreta para que o preço do ouro não suba, já que ela é compradora permanente e de longo prazo. Desde 2002 o governo chinês vem encorajando ativamente seus cidadãos para que possuam ouro, o mais possível, como reserva de…

CHINA E SEU PLANO ESTRATÉGICO – II

O Problema O sistema financeiro Internacional está vivendo um problema sério: a manipulação do dinheiro. Os países estão todos endividados e para fazerem frente a essa crescente dívida recorrem a vários artifícios, como a impressão de moeda de vento, não respaldada por produção efetiva ou criação real de riqueza, mascaram os balanços fiscais, com pedaladas e contabilidade criativa, situação que não é exclusiva do nosso país, manipulam artificialmente a taxa de juros, interferem no mercado fixando preços e produzindo inflação para reduzir a dívida do modo mais injusto, que é o da socialização da dívida pela queda dos rendimentos e aumento de preços e impostos. Os EUA não têm inflação, atualmente, embora sua impressora de dólares trabalhe dia e noite, sem interrupção. Já dediquei um capítulo da “Guerra das Moedas” explicando detalhadamente a razão desta aparente anomalia e porque esse país é diferente de todos os demais. Se ainda não teve acesso a esse importante ensaio aconselho-o que reserve um…

CHINA E SEU SECRETO PLANO ESTRATÉGICO

Eu aprendi táticas e estratégias com os chineses. Eles são especialistas nesse campo, embora nunca dizem que o são. Essa é a tática que usam. Táticas e estratégias foram muito úteis em minha carreira profissional. Talvez por isso, sou um pouco fascinado pela China e seu povo. Contudo, não tenho escrito sobre a China por razões de deleite, pelo contrário, estou preocupado e muito com meu próprio patrimônio e a segurança de minha família. Estou tornando pública minhas pesquisas para que você, meu fiel leitor, faça o mesmo, enquanto houver tempo. E o tempo está se estreitando. Quero apresentar-lhe alguns indicadores para que tome ciência que os chineses não estão brincando e o que está prestes a acontecer terá o efeito de um verdadeiro tsunami no mundo das finanças e na organização financeira mundial. Ninguém fala do que aqui vou revelar em primeira mão. Tenho visto notícias esparsas pelos jornais falado e escrito, mas são notícias de 20 segundos que…

ÍNDICE DOW JONES – 09/01/2013

Em 31/10/2007, o DJ alcançou a máxima na cota 14.198,10, completando a onda primária III esta sempre de longo curso, mas que não superou o percurso da onda I, de mesmo grau. Com a crise internacional produzida pelo estouro da bolha imobiliária e dos financiamentos prime que a produziu, o índice que já havia entrado no processo normal de correção caiu abruptamente a partir de 31/07/2008 cuja queda só finalizou em 31/03/2009 na cota 6.469,95. Essa queda rompeu todas as sustentações e consequentemente, os padrões que tornaram a Analise Técnica indefinida e sem parâmetros. Escrevi, nessa época, um artigo interessante no qual expliquei porque, apesar da crise, da tremenda dívida dos EUA, do rebaixamento da classificação de risco e da disputa sobre o teto da dívida que poderia colocar o país numa tremenda recessão, estava ocorrendo um fluxo enorme de dólares para o país. Argumentava que se os EUA tivessem um grave problema, não sobraria nenhum lugar seguro no mundo…

BOVESPA – 10 Mandamentos para investidores iniciantes

Uma ação representa uma companhia. Considere-se proprietário dela e saiba tudo o que está ocorrendo. Não compre ações sem estudar a companhia. Não há correlação entre o sucesso de uma companhia e o sucesso de sua ação, no curto prazo. No longo prazo a correlação é de 100%. Nunca invista em uma ideia que não a possa explicar com clareza. Quando insiders estão comprando é um bom sinal. Compre ações de companhias sólidas, com um histórico de sucesso e sente nelas. O tempo conta a seu favor. Evite ações de IPO. Elas não têm histórico conhecido, tem o preço fixado por critérios não técnicos e é como comprar um bilhete de loteria. É sorte, não investimento. Ninguém pode prever a direção do mercado de ações. Despreze as previsões e se concentre no que está ocorrendo com a “sua” companhia. Não diversifique demais a ponto de não ser capaz de fazer um bom acompanhamento das condições da empresa em que investiu.…

FUNDAMENTOS DA ANÁLISE TÉCNICA – BOVESPA

MOTIVAÇÕES: Se você é investidor em ações na Bolsa já deparou com a incerteza: ‘Qual o melhor momento de entrar?’ ‘ Será agora o momento de sair?’  A fórmula “comprar na baixa e vender na alta” você já sabe por experiência que é mito. Também seguir as recomendações das corretoras e bancos você sabe que é mito também. Corretoras e bancos querem ganhar dinheiro para eles, não necessariamente para seus clientes. Greg Smith, um executivo da Goldman Sachs, escreveu recentemente no New York Times: “Fico doente ao ver como as pessoas são insensíveis ao falar em passar a perna nos próprios clientes”. Você deveria ler esse artigo procurando-o no Google. OBJETIVO: As analises que apresentarei aqui são diferentes de tudo que você já viu. Elas mostram, passo a passo, o que está acontecendo com a Bolsa através de seu índice principal, o Bovespa, e indica as perspectivas. Não farei recomendações, não darei dicas, não indicarei Top Pics que cairão nos meses seguintes.…

ADRIANA MACHADO, uma executiva improvável?

TRADUZINDO AS NOTÍCIAS  ADRIANA MACHADO, uma executiva improvável? Adriana tem a idade para ser minha filha caçula. Fluminense de nascimento é bonita, simpática, inteligente e muito bem articulada. Formada em Ciência Política pela Universidade de Brasília é, sobretudo, uma ótima estrategista e conhecedora das táticas para alcançar seus objetivos, qualidades que a habilitaram para a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência. Boa formação não lhe falta e agora assume a Presidência da GE do Brasil onde vai comandar oito mil funcionários e um faturamento de US$ 2,6 bilhões, segundo dados de 2010. Querem meu palpite? Ela vai triunfar e fazer jus a MIDAS, a rede de afinidade que ajudou a criar e que significa: Mulheres Internacionais Dinâmicas e Articuladas Sempre. Pois é, num mundo em veloz transformação com acontecimentos inesperados que podem alterar completamente o curso das empresas e de países, como temos visto acontecer em todo o mundo, nesta década, o que mais se necessita no alto comando de…

HAPPY HOUR II

Por que resistimos a mudar? Qual é a raiz do medo? Podemos nos libertar de nossas couraças? Como nos comportamos ante as inovações? Por que devemos imitar as borboletas?   No artigo anterior, comentamos sobre como as más escolhas afetam nossas vidas. Talvez seja este o momento apropriado para refletirmos sobre as causas que nos levam a conviver com nossas más escolhas, ao invés de decidirmos virar a mesa.   Observemos o que se passa com o ciclo de vida da borboleta. Primeiro surge a lagarta. Depois de algum tempo, ela começa a enrolar-se num fio fino e resistente, produzido pela glândula salivar, até ficar totalmente envolta num casulo ou crisálida, onde permanece em estado de hibernação até transmudar-se numa borboleta.   É neste momento que a borboleta devora o casulo, e escapa para uma nova vida cheia de perigos e aventuras, ajudando a tornar o nosso mundo mais belo e colorido. Que semelhança tem isso conosco?   Tudo a ver!   Nós também…

HAPPY HOUR I

É meu propósito apresentar, nesta nossa conversa, uma nova abordagem que ofereça, como atrativo, um momento de reflexão sobre sua própria estratégia de vida.  Em geral as pessoas tem muita dificuldade de reconhecer uma informação como nova ou mesmo inovadora. A razão é que recebem as informações e as filtram com seus próprios preconceitos.  Por isso, é sempre mais fácil falar às crianças, pois elas são um livro em branco. Então, para que esta leitura seja útil e interessante, eu apelo a você que desperte, neste momento, a criança que leva dentro de si e deixe descansar a mente, a dialética interna e permaneça num estado de prazer, sem a interferência crítica da razão. Se nossa interação, nesta abordagem, for bem sucedida, associada a uma disposição correta de abertura e receptividade, tenho certeza de que não lamentará ter-me concedido, neste momento, a honra de seu precioso tempo.   ESTRATÉGIA Estratégia é uma arte que tem sua validade e aplicação sempre…