DINHEIRO EM PAPEL MOEDA

AQUI VALE MAIS O DINHEIRO EM PAPEL

O outro lado da moeda Segundo a Wealth – X Billionaire Census, os bilionários do mundo todo estão mantendo cerca de US$ 1,7 trilhões em dinheiro vivo. Quer saber o motivo? Estamos em um cenário de taxas negativas em quase todos os bancos do mundo desenvolvido. (Não é o caso do Brasil, campeão medalha de ouro dos juros altos). Juros negativos significam que temos de pagar para que nosso dinheiro fique depositado nas contas correntes dos bancos. Se aplicar em bonds, além da taxa próxima de zero, os títulos estão se desvalorizando pelo excesso de ofertas. Os EUA, Japão e Europa fizeram os programas ‘Quantitative Easing’ que significou a compra de títulos da dívida negociados no mercado para seus respectivos tesouros e, em contrapartida, injetaram uma quantidade absurda de dinheiro vivo nos seus respectivos mercados. O FED, com uma estrutura desequilibrada de endividamento (tem 83 dólares de dívida para cada dólar de patrimônio próprio), necessita iniciar um programa de venda…

AQUI NÃO SE ACEITA DINHEIRO EM PAPEL MOEDA

Em minha última viagem à Suécia tive a oportunidade de observar como funciona uma sociedade ‘cashless’. O comercio, em geral, não aceita dinheiro em moeda. A forma de pagar suas despesas é com cartão de crédito ou transferência direta por meio de seu smartphone. Isso funciona para qualquer consumo, até para uma Coca-Cola bem gelada. Aqui, no Brasil, as maquininhas da Cielo logo mais serão peças de museu. As vantagens para o comércio são várias, segundo apurei: não havendo caixa não há roubos nem pelos funcionários nem por assaltantes. A prática afasta os pequenos consumidores que ocupam lugar nas mesas de restaurantes e bares e gastam pouco, porque são pessoas sem poupança, sem conta bancária, sem celular e que usam pouco dinheiro que carregam nos bolsos. Para os clientes é atrativo não ter de fazer várias visitas às ATMs para sacar dinheiro e serem assaltados logo em seguida. Para o país, significa economia de bilhões de dólares dos contribuintes para…