PREVISÕES PARA 2021

1 – A situação fiscal do país vai piorar. Alguns estados e vários municípios deixarão de pagar seus funcionários e atrasarão pagamentos às empresas prestadoras de serviços. O desemprego aumentará e muitas empresas irão à falência.

2 – O endividamento da maioria dos países, especialmente as grandes potências, já atingiu níveis insustentáveis. Acredito que chegou a hora do FMI iniciar o processo de digitalização do dólar, com cripto moeda, com a aplicação da tecnologia blockchain, num novo sistema monetário internacional, como havia previsto no meu livro “A Economia Americana”. Isso já será uma transformação radical que nos impactará a todos.

3 – A vacinação contra o Covid-19 será insuficiente, mal planejada, faltará insumos e provocará revoltas populares.

4 – A preservação do meio ambiente continuará caótica, sem política definida e terá repercussões sérias sobre nosso comércio internacional.

5 – Saúde, educação, comunicações e segurança continuarão fora das prioridades do governo.

6 – O crescimento econômico será pífio, dará a impressão de uma arrancada no início, porque será comparada com a base do ano anterior, fortemente negativa. Logo ficará evidente o voo de galinha.

7 – O povo, especialmente os mais pobres, serão seriamente prejudicados pela inflação, pelo aumento dos impostos, pela redução do salário real e, sobretudo, pela perda da esperança, da paciência, pela fome gerada pelo desemprego crescente e pela ausência do governo nas políticas de amparo social.

8 – O clima será muito desfavorável com inundações frequentes e períodos prolongados de seca, o troco da natureza pelos maus tratos que tem sofrido.

9 – Todo esse quadro acima descrito, baseado na observação apurada das tendências em formação e do reconhecimento da evidente falta de visão e competência do atual governo, para afrontar a situação com um mínimo de racionalidade, são as forças e incentivos para fazer deste iniciante 2021 o ano perfeito de grandes agitações sociais e mais profundo atraso.

No ano passado fiz minha primeira previsão sobre o ano de 2020. Muitos me escreveram acusando-me de pessimista. Na verdade, estava expressando tendências para que meus leitores pudessem se precaver e se posicionar de forma defensiva e adequadamente.

Infelizmente, acertei na mosca.

Da mesma forma, vou torcer para estar totalmente errado em minhas avaliações, mas se estiver certo espero que utilizem as informações para se defenderem e se posicionarem do lado certo.

31/dez/2020. Dagoberto A. Pacheco

1 thought on “PREVISÕES PARA 2021

  1. Concordo contigo em gênero, número e grau. Eu acrescentaria, com sua permissão, a brutal fúria da evolução dos gastos públicos, o costume de remunerar de forma elevadíssima os servidores públicos, parte da gastança desenfreada do Estado Nação, conduzido por políticos corruptos, desonestos e incompetentes, além da elevadíssima carga Tributária que retira substancial parcela dos vencimentos da população e que uma vez realizada a arrecadação esta é desviada para os bolsos de políticos e empresários incompetentes e desonestos.

Deixe você também seu comentário: