O QUE TENHO FEITO EM MINHA PRISÃO DOMICILIAR

Pela manhã, minha caminhada obrigatória de 3 Kms. Após, leio o Estadão enquanto tomo o café da manhã. Em seguida, 30 min de exercícios de alongamento, flexões e musculação.

Após o almoço, relax de 20 minutos, ouvindo um piano jazz relaxante e, logo a seguir, trabalho. Quando não há nada urgente a resolver, leio.

Uma mensagem de otimismo que todos necessitam

Neste período de reclusão forçada, li os livros: A Saúde Plena Depende de Nós, do médico Roberto Zeballos; Sapiens e 21 Lições para o Século 21, ambos de Noah Harari. Estes três livros me ensinaram muito, ampliaram minha visão do ser humano e sua interação com o universo. Adquiri o terceiro livro do Harari, Homo Deus, cuja leitura estou iniciando neste exato momento. Como disse o escritor Eduardo Agualusa, “Ler é a melhor maneira de enfrentar o isolamento. Leitores não são ilhas, são universos em expansão”.

Isolado, ampliei bastante minha criatividade, trabalhei num projeto que estava parado há tempos e fiz algo incrível: consegui desenvolver um software dotado de algoritmos que criei e que faz uma análise fundamentalista completa de uma empresa de capital aberto em apenas 5 minutos. O tempo é o gasto em preencher uma planilha Excel com dados padronizados extraídos de um balanço. A análise é instantânea. Compara resultados trimestrais com trimestre anterior, com o mesmo trimestre do ano anterior, analisa diversos múltiplos e, de acordo com os resultados vai pontuando e finalmente apresenta um score da análise final. Esse score tem 24 pontuações e identifica se a ação, no trimestre correspondente alcançou o score: Venda, Manter, Compra, Compra Forte.

O tempo urge, a pandemia corre atrás de meus 85 anos e não há tempo a perder.

Deixe você também seu comentário: