Ensaios

USA vs CHINA – A GUERRA COMERCIAL?

Já escrevi sobre A Guerra do Petróleo e A Guerra das Moedas e um valioso leitor de minhas publicações me pergunta, por que fiquei mudo com a tão propalada guerra comercial dos EUA com a China, com repercussões pela Europa, Canadá, México e até pelo Brasil, neste caso nos favorecendo. Simplesmente, porque não é uma guerra! Trata-se de um bem disfarçado aumento de impostos para os americanos. Em minhas publicações sobre a Economia Americana expliquei que a China exerceu por anos o papel da maior financiadora da impagável dívida dos EUA. As reservas mantidas pelo país asiático eram superiores a 5 trilhões de dólares, aplicados em títulos do Tesouro americano, ouro e outros ativos. Agora não mais. A atual reserva é de US$ 3,095 trilhões, reduzida em mais de dois trilhões que foram transferidos para diversos países onde a China adquiriu mineradoras de ouro, terras agrícolas, empresas diversas e investiu em infraestrutura em vários países cuja razões expliquei em vários…

A GEOPOLÍTICA MUNDIAL DA CHINA (4)

4º de 4 artigos EUROPA – CHINA Os investimentos chineses no continente europeu saltaram para US$ 40 bilhões em 2017, quase o dobro do ano anterior. Com investimentos considerados bem vindos pelos europeus, a China amplia sua presença e influência política entre os tradicionais aliados dos americanos. Estes, os americanos, estão temerosos de que a China se torne numa ameaça comercial e militar. Deveriam ficar mais atentos à lealdade de seus aliados. Seria bom se os europeus moderassem suas boas vindas à China? Não é o que está acontecendo e os europeus estão incentivados pela política de Trump de deixar que seus aliados cuidem de si mesmos. Traduzindo, as atitudes e decisões de Trump têm, metaforicamente, asfaltado e iluminado o caminho para o avanço mais fácil da China. A China vem adotando uma política de defesa e valorização do livre comércio, da preservação do meio ambiente, das negociações multilaterais, criando oportunidades aos países de crescerem juntos e desfrutarem de novas…

A GEOPOLÍTICA MUNDIAL DA CHINA (3)

3º de 4 artigos EUA – CHINA Em novembro último, três importantíssimas reuniões aconteceram do outro lado do planeta: a cúpula da ASEAN (Associação das Nações do Sudeste Asiático), uma outra do Leste Asiático, ambas em Cingapura, e a conferência da APEC (Cooperação Econômica Ásia-Pacífico), em Papua Nova Guiné. A importância dessas reuniões está relacionada com o propósito dos países da região que estão procurando se posicionar e avançar em meio a excepcional mudança de poder internacional que representa a extraordinária ascensão da China comandada pelo seu já denominado imperador Xi Jinping. Os presidentes da China, Japão, Rússia, Índia e Coreia do Sul participaram do evento, além dos países-membros. A exceção foi Trump que esnobou o encontro e enviou o vice-presidente Mike Pence para representar os EUA. Pence, em seu discurso, chegou a afirmar que o seu país está preocupado com a ascensão da China. Por outro lado, o propósito dos demais participantes era a preocupação com os movimentos dos…

A GEOPOLÍTICA MUNDIAL DA CHINA (2)

2º de 4 artigos BRASIL – CHINA A China é o maior parceiro comercial do Brasil que, por sua vez, é o maior parceiro comercial da América Latina. Estremecer essa relação não é bom para nenhum dos lados. Esperamos que o novo governo do Brasil, que se anuncia como liberal, intensifique as relações comerciais com a China, abra o país para os investimentos estrangeiros, já que necessitamos de recursos urgentes para a nossa precária infraestrutura, modernização dos meios de transporte rodoviário, ferroviário, fluvial e marítimo, reestruturação industrial, privatizações, melhoria da grade energética e minorar nossa persistente crise financeira. A nossa parceira China está derramando recursos pelo mundo afora. O Brasil precisa intensificar as relações diplomáticas e comerciais com China, EUA, Europa, Japão, países asiáticos, África, Oriente Médio e demais países da América Latina sempre e quando as trocas ofereçam vantagens para as partes e não apenas doações à fundo perdido como vinha sendo a prioridade do governo anterior. A China…

A GEOPOLÍTICA MUNDIAL DA CHINA (1)

1º de 4 artigos A CÚPULA DO G20, NA ARGENTINA Ocorreu nos últimos dias de novembro passado. Teve três prioridades:1- Futuro do trabalho2- Infraestrutura para o desenvolvimento3- Alimento sustentável; melhoria da produtividade O objetivo do G20 é promover a coordenação das políticas macroeconômicas globais. Destaques foram os pronunciamentos dos dois pesos pesados da economia e do comercio mundial: EUA e CHINA. Trump defende o unilateralismo e protecionismo no comércio e a China o multilateralismo e abertura dos mercados.De que estão falando? Vamos esclarecer os conceitos de ambos os termos para que este texto se torne útil. UNILATERALISMO é qualquer agenda ou doutrina que apoie uma ação unilateral. Eu defino, você acata, temos um acordo. Exemplos: “America First”: Trump diz para a China: “ou vocês importam mais produtos americanos ou vou taxar em 25% as importações dos produtos chineses”.Trata-se de uma imposição unilateral, usual em regimes totalitários e não democráticos.MULTILATERALISMO se refere às relações internacionais onde vários países, trabalham em conjunto…

Querida Tia Landa

São Paulo, 15 de setembro de 2018 Querida Tia Landa, Como sempre acontece, você passa o aniversário cercada dos sobrinhos queridos que vivem nessas bandas do sul e que a sequestram todos os anos. Quando venho visitá-la, me anuncio na Portaria como seu sobrinho do Sul. — Qual deles? — O Dagoberto. — Mas você não é do Sul! — Sim, sou da zona sul da Capital. Para esta comemoração de seu Primeiro Centenário, escrevi algumas linhas que quero compartilhar com todos os nossos amigos aqui presentes: Desejar-lhe boa saúde é conversa fiada, pois a última vez que eu a vi acamada, eu tinha nove anos. Então, que posso desejar-lhe: uma vida longa? Qual! você anda enganando toda a gente com seus 100 anos, quando seus documentos comprovam que são 103! Durante anos foi dedicada cuidadora de suas irmãs as quais a foram deixando só, restando-lhe a missão de alegrar os sobrinhos. Ainda muito bonita, totalmente lúcida, enérgica e sacudida,…

LIÇÕES SOBRE DINHEIRO

A maioria das pessoas não presta atenção no mercado de dinheiro. Não têm a menor ideia de como o dinheiro tem um papel preponderante em nossa vida econômica, emocional e afetiva. Não se importam, mas deveriam. Antes de iniciar a leitura deste ensaio, reflita um pouco sobre o que sabe sobre dinheiro. Como ele afeta sua vida, sua renda, sua aposentadoria e seus preconceitos.  Feito isso, será muito útil que leia, reflita e volte a reler o presente ensaio que escrevi para você. MOEDA COMO MEDIDA Quando se deseja medir o peso de uma garrafa de vinho utilizamos uma balança e verificamos que ela pesa 950 gramas. Essa medida não se altera, se não utilizarmos o conteúdo, porque não há variação na gravidade terrestre. Agora, se queremos saber o preço da garrafa de vinho, verificamos pela etiqueta colada em seu exterior ou na nota de compra, que a garrafa desse especial vinho vale R$ 98,00 (noventa e oito reais).  Essa…

CYBERWAR

Lembra-se de quando a Sony anunciou o lançamento da comédia ‘The Interview” nas vésperas do Natal passado?  Nessa película, dois personagens da TV americana seriam enviados à Coreia do Norte para assassinar o ditador Kim Jong Un. Enquanto os americanos se divertiam com a engraçada ideia, a Coreia do Norte considerou o comentário uma declaração de guerra e um verdadeiro patrocínio ao terrorismo. Dias depois, hackers, não se sabe de onde, invadiram e derrubaram os sistemas da Sony e destruíram grande quantidade de dados de seus arquivos e os vírus introduzidos destruíram os discos rígidos dos computadores da empresa. Nas legislações vigentes, como afrontar um cyber ataque? Quem são os autores? De onde procede? Quais provas? Tudo obsoleto! Quando os EUA recebem um ataque convencional, lançam seus foguetes ou fazem um ataque aéreo cirúrgico. Como fazer frente ao terrorismo, onde uma criança é explodida remotamente num metrô, numa igreja ou num cinema? No caso da Sony, o qual já deve…

Letter 06 – Quem será o vencedor? Os derrotados seremos nós!

Dagoberto Aranha Pacheco Recordando um pouco da história, até meados do século XX o governo americano não podia emitir dinheiro à vontade como faz atualmente. O volume de dinheiro em circulação era vinculado a uma quantidade de ouro depositada no Banco Central, o FED. Cada cidadão americano podia ir a qualquer banco e trocar seus dólares por valor equivalente em ouro. Esse foi o motivo que deu confiança a um pedaço de papel impresso chamado dólar e manteve estável o sistema financeiro por mais de um século. Em 1971, o então Pres. Nixon, aboliu o padrão ouro e o substituiu pelo ouro negro, o petróleo. Juntamente com o Secretário do Tesouro, Henry Kissinger, viajou até a Arábia Saudita, sentou-se com os donos do petróleo da OPEP e fez a seguinte proposta: toda a comercialização do petróleo em escala mundial seria feita numa só moeda, o dólar. Em contrapartida, os EUA se comprometiam a oferecer aos produtores proteção militar, já que…

Letter 05–Guerra das moedas está em Curso

Dagoberto Aranha Pacheco A China está planejando há muito tempo destronar o Rei Dollar. Vem pressionando o FMI – Fundo Monetário Internacional para incluir o Yuan na categoria de moeda reserva. Os EUA vinham fazendo ‘lobby’ para que isso não acontecesse, mas será muito difícil para o Fundo negar novamente. Se foi concedido ao Japão, à Austrália, Canadá, Inglaterra e Suíça fazerem parte do SDR basket (Special Drawing Rights) como negar essa categoria a um país que em uma única geração tornou-se o primeiro em comercio internacional e a segunda economia do planeta, após abandonar o comunismo e aderir ao capitalismo? Para garantir o sucesso dessa operação e vencer as oposições que são numerosas e poderosas, a China trabalha na surdina e com planejamento bem elaborado. Presumo que adotou os seguintes passos: 1 – Fundou o Asian Development Bank para financiar infraestrutura (portos, rodovias, pontes, aeroportos, silos, etc.) não apenas no país, mas especialmente no exterior, como já vem promovendo…

Letter 04 – Reserve Currency Status

Dagoberto Aranha Pacheco Posso visualizar no horizonte financeiro uma tempestade em formação.  A maioria das pessoas não faz ideia do que está prestes a acontecer e de como tal acontecimento poderá alterar completamente nossa situação econômica e financeira. Trata-se de um assunto que você precisa entender e preparar-se já, antes que seja tarde demais. Será, sem sombra de dúvida, uma das maiores transformações entre as que tenho visto em meus 45 anos de mercado. Em outubro próximo o Fundo Monetário Internacional (FMI) fará um anuncio que poderá alterar radicalmente o mercado financeiro e dar início a uma transferência de riquezas como nunca se viu, impactando países ao redor do mundo. A grande mudança se refere ao mercado de moedas. Vamos começar a entender de que se trata. Um cidadão americano não precisa (até outubro) se preocupar com as cotações das moedas. Tanto faz que o Euro caia e o Yen suba, ele não está nem aí! Porque tudo que esse…

Letter 03 – Produtividade & Ralo

Dagoberto Aranha Pacheco Vamos juntos refletir sobre alguns dados interessantes: Em 1950 o governo dos EUA gastou 23% do PIB (Produto Interno Bruto) que naquele ano atingiu a cifra de US$ 300 bilhões. Já em 2014, o PIB cresceu para US$ 17,300 bilhões e o governo mordeu ainda mais: 36%.  Você sabe que essas despesas do governo são pagas pelos impostos coletados mais empréstimos.  Não são todas as pessoas que pagam impostos. Tomando 2014 como referência, podemos dividir a totalidade da população em três grupos: A 26%  da população total paga 90%  de todos os impostos coletados B 27% 10% C 47%   0%   É fácil concluir porque os integrantes do grupo ‘C’ consideram que o governo não custa nada para eles e os do grupo ‘B’ acham os impostos bem razoáveis. Assim, não precisam se preocupar em ler as páginas de economia dos jornais e podem se dedicar com mais afinco ao futebol, carnaval e outras distrações permanecendo…

Letter 02 – OS EUA SÃO MESMO DIFERENTES?

Dagoberto Aranha Pacheco Os EUA estão numa sinuca de bico. Há algum tempo, estive escrevendo que esse país está vivendo uma verdadeira “Golden Age”. É verdade, sob a ótica do setor privado. As grandes corporações estão apresentando lucros crescentes, distribuindo dividendos crescentes, a atividade econômica está se recuperando gradualmente, as bolsas subindo sem interrupção por 6 anos seguidos, pesquisas & desenvolvimento têm apresentado resultados impressionantes nas áreas farmacêuticas, biotecnologia, nanotecnologia, informática, ‘internet of things’, comunicações, exploração econômica das reservas energéticas com novas técnicas, a agora possível produção de gasolina a partir do gás natural, o avanço extraordinário da robótica e dos armamentos bélicos que vão tornar realidade a fantasiosa ‘Guerra nas Estrelas’. Porém, mas sempre há um porém, o setor governamental é outra coisa bem diferente e é disto que pretendo tratar. Na Letter 01 expliquei, com clareza, o que são dívida e déficit e como esses dois fatores afetam as atividades produtivas da iniciativa privada. Analisemos alguns números bem interessantes:…

Letter 01 – DÍVIDAS & DÉFICITS

Dagoberto Aranha Pacheco 1 – Governos não produzem nada. Quem produz riquezas, seja em produtos, serviços, inovações e pesquisas é a iniciativa privada. Há que se ter em conta que se o governo de um país aumenta muito a carga tributária está retirando recursos da área produtiva e transferindo para a área improdutiva. Isso está acontecendo no Brasil onde os impostos consomem 5 meses e alguns dias da produção da iniciativa privada. O resultado você vê na prática, a economia não cresce, o que cresce é a pobreza que o governo propaga combater. 2 – Políticos prometem muito para serem eleitos, conquistar e conservar o poder. Para cumprirem as promessas que requerem gastos enormes, recorrem ao aumento de impostos. Estes têm um limite, se crescer demais as pessoas perdem o estímulo de trabalhar ou de assumirem maiores responsabilidades em cargos mais elevados, porque a relação custo benefício não compensa. As empresas pelo excesso da carga tributária, tornam-se menos competitivas e…

A NOVA GUERRA DO PETRÓLEO

Os EUA desenvolveram nos últimos anos uma tecnologia revolucionaria e inovadora para a extração de petróleo das rochas de xisto, chamada de fracking que consiste basicamente na injeção de água com alta pressão nas rochas e recolhimento do petróleo em poços horizontais. Nada comparável ao pré-sal que pretende extrair petróleo nas profundidades de 6 a 7 Kms sob as águas do oceano, com  altíssimos custos e alto risco de produzir desastres ecológicos de proporções mundiais. Para se ter uma ideia mais acurada da questão basta citar que na perfuração de poços convencionais, os verticais, 2/3 dos poços ou mais são secos ou antieconômicos. Nos poços horizontais das rochas de xisto, 95% dos poços são produtivos. Se você fosse agraciado com uma fortuna de herança, onde investiria seu dinheiro no negócio de petróleo? Apesar das analises e opiniões de analistas desmerecendo a nova tecnologia, como pode ser observado pela internet nos anos de 2010,2011 e 2012, o fato real é que…

RENOVAÇÃO DO CAPRI – 20/03/2013

SP, 20/03/2013 Prezados amigos condôminos do CAPRI             Em primeiro lugar queremos agradecer o comparecimento expressivo na última Assembleia de 16/março/2013 que, entre outros assuntos, elegeu com grande maioria de votos a nossa chapa RENOVAÇÃO DO CAPRI. O trabalho que assumimos é árduo e penoso e o êxito das tarefas que nos desafiam logo à frente vamos vencê-las com persistência, confiança e muito trabalho, não sozinhos, mas com a colaboração e apoio de todos, os quais poderão contar com uma gestão exercida com total transparência, eficiência,  lealdade e honestidade. Começamos com uma má noticia. Além do problema gravíssimo encontrado no poço dos elevadores que já mencionamos neste espaço, a Comissão de Obras autorizou a Construtora Cintra a remover o revestimento de alumínio que há vários anos recobrem as colunas do prédio. A remoção se processou na 2º feira, dia 18/03 e o que revelou não é nada bom. O estado de deterioração das ferragens está…

RELATÓRIO DO ANDAMENTO DAS OBRAS NO EDIFICIO CAPRI

EXECUÇÃO: A.F.Cintra ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO: Engº Ademar Coelho de Souza 1.SUBSOLO – GARAGEM a)-A recuperação estrutural das vigas e colunas foi concluída  com êxito. b)-Permanece como pendência o reforço estrutural nos poços dos elevadores. A situação é bastante grave e crítica e só foi constatada a gravidade da situação durante o andamento das obras. Para uma avaliação segura da situação foram necessárias várias providências entre as quais testes de esclerometria, para avaliar a estabilidade e perda de resistência da estrutura, comprometida pelo alto grau de oxidação das ferragens, elaboração de projeto de reconstrução com cálculo de concreto, executado por escritório de engenharia especializado o qual já foi executado e entregue. O Eng. Cintra, executor das obras, argumenta que esse serviço não foi orçado por não ter sido previsto e deve ser objeto de um aditivo contratual. A Comissão de Obras está aguardando valores para a execução desse complemento estrutural para se reunir, avaliar, discutir e encaminhar a aprovação final ao…

Comunicado aos Condôminos do Condomínio Capri.

Importante e Urgente. Prezados Condôminos Obras: Estamos avançando nas obras de recuperação estrutural do nosso edifício, os trabalhos estão sendo meticulosamente supervisionados e avançam com eficácia e boa qualidade o que garantirá para o futuro a estabilidade e integridade de nossas propriedades. Fachadas e aparelhos de ar condicionado: Estamos avançando agora na limpeza das fachadas, nos testes de som cavo e necessitamos de que sejam removidos todos os aparelhos de ar condicionado para permitir o fechamento e recuperação de todas as fachadas resolvendo o problema de queda de pastilhas. Como é do conhecimento geral, a remoção dos aparelhos foi aprovada na Assembleia de 03 de Março de 2012, inciso 6º. Custos de remoção dos aparelhos e procedimentos: Os custos de remoção dos aparelhos e fechamento das paredes serão totalmente absorvidos pela Construtora Cintra, encarregada das obras.   Para tanto será necessária uma Autorização assinada pelo condômino conforme o modelo anexo a este.  Os acabamentos internos, massa corrida e pintura, poderão ser…

NOTICIAS DO CAPRI 24/10/2012

NOTICIAS DO CAPRI Em reunião realizada na segunda feira dia 22 de outubro de 2012 ,de comum acordo, a Comissão de Obras, a Empreiteira F. CINTRA , o Engenheiro Sr. Ademar Coelho de Souza, e o Zelado do Edificio Capri, Sr. Edwaldo indicado pela Sra Sindica, que não esteve presente, determinaram as áreas do Edificio que serão interditadas e protegidas para que as obras de Restauração do Edifício Capri tenham inicio, tão logo a Prefeitura do Guarujá emita o Protocolo de “Licença para Reformas.” (…continua) Leia na íntegra clicando aqui <<

NOTÍCIAS DO CAPRI

Os condôminos do Condomínio Capri terão agora este espaço para se atualizarem nas informações de tudo que rola em nosso condomínio. Daremos aqui notícias do andamento das obras, dos recursos que estamos recebendo, das iniciativas da Comissão de Obras, das dificuldades que estaremos enfrentando e das soluções encontradas. Você, condômino, poderá se cadastrar no site para receber informações, através de seu e-mail, de tudo que está sendo postado e que seja de seu particular interesse. Poderá também, com inteira liberdade navegar pelas outras abas do site e ficar sabendo das novidades literárias, das opiniões sobre economia, política, finanças e tendências do mercado acionário. Então, seja bem-vindo e vamos nos unir em torno de nossos propósitos. Transparência total é a nossa meta.