Comentário sobre o mercado em 20/06/2012

Os mercados de ações e as economias dos países são afetadas por  complexa inter-relação de politicas de governo, tensões geopolíticas, crescimento econômico, inflação, taxa de juros, cambio, variação nos preços das commodities, psicologia humana e fatores sociais, confiança do consumidor, fluxos de capitais, incertezas em tempos de eleição, intervenções do governo nas empresas, legislação, taxas de juros,  cambio, regulações das corporações e por aí vai…

Isso faz que previsões consistentes sobre economia e mercados sejam literalmente impossíveis. Contudo, há certos indicadores dos quais podemos tirar proveito favoravelmente como: os preços das ações seguem os lucros. Se uma empresa em longo período vem incrementando sua produção e lucros, trimestre após trimestre, ano após ano, em qualquer situação de mercado os preços de suas ações refletem essa realidade. O mesmo ocorre na situação inversa, como é o caso da Petrobrás.

Desde março deste ano o Índice Bovespa tem se desvalorizado, como, aliás, foi previsto em minhas analises técnicas. É muito provável que sofra mais alguma desvalorização até  o próximo suporte calculado em 49.432.  Contudo, se o Índice conseguir superar a resistência 55.883 e também a próxima 60.882, então é quase certo que a alta prosseguirá e, a partir dessa cota poderei calcular até onde irá, antes de sofrer um próximo ajuste técnico.

Em resumo, a situação do mercado é de intensa volatilidade e isso é bom para investidores experimentados que atuam em contra a multidão. Quando todos correm para vender, por medo de perder dinheiro, é hora de comprar. Quando as massas estão encantadas com o que estão ganhando num mercado em acelerada alta, é hora de vender.

Veja que o mercado está em fase de alta, na 5º onda primária. As multidões não percebem isso porque atuam  no curto prazo. Desde o clímax da crise nos EE. UU o Índice atingiu o mínimo de 29.435.  A partir daí vem crescendo e está hoje, dia 20/06,  em 57.611, um aumento de 96 %, um rendimento de 18% ao ano.  Esse rendimento foi obtido com a carteira do índice, sem movimentação. Contudo, se nas previsões de baixas houver venda e compra nas previsões de alta o rendimento será muito maior atingindo quase o dobro, 183%.   É para se desesperar?

Dagoberto Aranha Pacheco

1 thought on “Comentário sobre o mercado em 20/06/2012

  1. Nesta 2-feira o governo anunciou que o preco dos combustiveis nao seria afetado com a nova cotacao do dolar x Real que vem pressionando os custos da Petrobras, ou seja, seriam subsidiados pela empresa. Resultado, queda do valor das acoes da Petrobras em mais de 8 ppt.

Deixe você também seu comentário: