ATUALIZAÇÃO DO ÍNDICE BOVESPA 04/03/2016

Clipboard01

Na análise anterior citei duas possibilidades para os próximos movimentos do índice: aparentemente, prevaleceu a alternativa de alta e, como assinalei, precisamos esperar que o índice confirme o início da onda (3) superando e se despregando da linha de resistência superior do túnel onde o índice está prisioneiro há pouco mais de cinco anos.

A característica desta alta me parece totalmente de cunho político em razão das notícias que vieram ao conhecimento do público e que acenderam as esperanças de uma troca de governo e, por consequência, a espectativa do retorno da Ordem e Progresso. Trata-se de um movimento emocional e a análise técnica comprova isso, pois os indicadores vieram atrás do movimento do índice e não o antecipando.

A seguir a Opinião do Analista sobre o que me parece ser o significado desta alta expressiva.

OPINIÃO DO ANALISTA

Creio que esta alta não vai durar e o índice deverá retornar, em breve. A razão é que além da emoção do entusiasmo não há nenhum fato que possa torná-la consistente e duradoura.

1–Deterioração das estimativas do PIB para este e próximo ano.

2–Redução nos resultados das empresas provocados por um ambiente de estagflação, a combinação de estagnação com inflação.

3–Afastamento das instituições estrangeiras devido à perda do rating por 3 agências de risco, classificando os títulos da dívida do governo como lixo.

4–Condições financeiras desfavoráveis, com aumento dos juros externos para as empresas brasileiras seguido de maior restrição ao crédito.

5–Relação risco-retorno mais atrativa na Renda Fixa, apesar do risco institucional que poderá ocorrer, como já começou a ocorrer com a recente e indevida utilização, pelo governo, do uso da multa sobre o FGTS, no caso de demissões, dinheiro do trabalhador e, igualmente, pela apropriação dos precatórios.

6–Mesmo que ocorra a queda do atual governo, não se sabe como será o processo de transição, com os presidentes da Câmara e do Senado e o vice-presidente da República em situações de total insegurança jurídica e institucional.

7–O exército do Lula não vai deixar barata essa transição e criará muita agitação, quiçá uma revolução civil.

8–Ainda assim, mesmo numa previsão bastante otimista que mostre que estou completamente errado nesta previsão, os próximos governantes, eleitos ou indicados, encontrarão o estado totalmente aparelhado pelo PT, com funcionários estáveis indicados por políticos e não por méritos.

9–O novo governo demorará pelo menos um ano para mostrar serviço, iniciando as reformas que não podem esperar, restabelecendo o tripé econômico montado por FHC, totalmente desmontado pelo governo petista, reduzindo o tamanho do estado, restabelecendo a matriz energética e investindo fortemente na infraestrutura, tudo isso sem aumentar impostos e sem recorrer à créditos externos baratos e com uma ostensiva oposição profissional.

10–Finalmente, a situação mundial está se agravando, as economias fragilizadas por dívidas insustentáveis, os Bancos Centrais de vários países e das economias mais avançadas adotando juros negativos (uma forma de apropriação) o que poderá provocar uma forte queda nas ações dos bancos em escala mundial. E o Brasil frágil, desorganizado e em transição!

Portanto tomem cuidado com seus investimentos, protegendo-os contra uma queda súbita que poderá ocorrer a qualquer momento.

Clipboard012

Vejam o que a criação do Lula, a gerentona, fez com o nosso país!

Deixe você também seu comentário: