out 252012
 

I.Bovespa – ATUALIZAÇÃO 25/10/2012

Já havia advertido em algumas analises anteriores que se o Índice Bovespa não varasse a resistência 60. 882 desenharia um novo tríplice que levaria o índice para próximo de 49.432. Ele varou e me fez pensar que havia completado a onda intermediaria (2), mas não se sustentou acima dessa linha e voltou a declinar com firmeza e mais,  já quebrou os padrões para se poder considerar essa baixa uma correção técnica.  Assim, onde havíamos assinalado como (2) estamos substituindo por (a) em 52.212, (b) em 63. 428 e (c) em curso com possibilidade de grande declínio. Venda e stop-loss  agora são recomendáveis para se  recomprar a preços mais reduzidos.

=================

I.Bovespa – Atualização em 04/10/2012

Bovespa – Atualização em 04/10/2012

Bovespa – Atualização em 04/10/2012

O I. Bovespa falhou em se sustentar acima da linha de suporte 60.882.

Temos duas hipóteses: 1º) Continua caindo até o nível de (2), 52.212, completando um novo tríplice, ou: 2º) reage, após as eleições e supera a citada linha dando continuidade ao processo de alta.

Razões: O governo interviu pesado na economia, fixando a taxa de câmbio, baixando a taxa de juros, intervindo nas comissões e taxas de serviços dos bancos, cartões de crédito, fundos de investimento, também nas companhias de eletricidade, telefônicas, saúde e concessionarias de serviços públicos ocasionando substancial queda nas cotações dessas empresas. As medidas parecem justas e boas para a economia, mas num primeiro momento se parece com o aconselhamento de Maquiavel ao Príncipe: “faça o mal de uma só vez e o bem continuamente, aos poucos”. Quanto à segunda hipótese, há sinais nas nuvens de mudanças favoráveis na economia.  Quem viver verá.

=======================

I.BOVESPA – ATUALIZAÇÃO EM 17/SET/2012

BOVESPA: ATUALIZAÇÃO EM 17/09/2012

BOVESPA: ATUALIZAÇÃO EM 17/09/2012

Boas notícias, o Índice superou as duas resistências e foi acima de 60882, confirmando o inicio da onda intermediaria (3). Esta será a mais longa e com as cinco ondas de mesmo grau darão vida à onda primária V que finalizará este período considerado Bull para ser seguido por outro período Bear. A duração desta onda (3) será de 15 a 24 meses, aproximadamente e alcançará a cotação de 94700. Portanto, esqueçam as crises econômicas e vamos às compras.

=================

I.BOVESPA – ATUALIZAÇÃO EM 22/AGO/2012

ATUALIZACAO EM 22AGO2012

ATUALIZACAO EM 22AGO2012

O I. Bovespa está apresentando dificuldades para varar a resistência superior 60.882. Como havia dito na analise anterior não há condições ainda para se afirmar que a onda intermediaria (2) terminou em C. Médias moveis desalinhadas tentarão puxar o índice para baixo. Outros indicadores também estão em contradição com a retomada de alta. É bem provável que o índice retorne para abaixo de C, formando um novo tríplice e alcance sustentação firme em 49.432.  É bom  notar que vários indicadores dão conta de uma retomada de alta nos mercados internacionais e que no presente momento o mercado é Bull. Aqui estamos finalizando a onda intermediara (2) que é correção e logo o mercado engata a onda (3) para dar continuidade à onda primária V, de alta. Lembre-se que ela iniciou em 29.435, valorização de 105% ! Bull, pois não?

=========

 I.BOVESPA – ATUALIZAÇÃO EM 06/AGO/2012

Análise - Índice Bovespa - Atualização em 06/08/2012

Análise – Índice Bovespa – Atualização em 06/08/2012

O Bovespa que completou a onda intermediária (1) em 71.989 desenhou a partir de então um tríplice A(47.793); B(68.969 e C, a meu ver, ainda em formação.  A perna C desenhada até agora não tem um tríplice definido nem a queda foi em 5 ondas. É provável, portanto, que esta alta recente seja seguida por nova queda para completar a onda (2) nas proximidades de 49.432. Se a alta persistir e elevar o índice acima da resistência 61.946, então podemos considerar a onda (2) finalizada em 52.212.

Ação a tomar: Observe o que se passa nas proximidades da resistência mencionada. Se o índice não conseguir varar e retornar, venda tudo e aguarde nova oportunidade de compra que surgirá. Mais seguro utilizar Stop-Loss.

Bons investimentos.

 

============

I.Bovespa – Atualização 17/05/2012

INDICE BOVESPA - Atualizacao17-Maio-2012

INDICE BOVESPA – Atualizacao17-Maio-2012

Ontem, 16/05, o índice varou a última sustentação calculada em 55.883, mas o fechamento se manteve acima desta linha. Hoje varou novamente e manteve o fechamento abaixo. Este é um mau sinal e poderá levar o índice a níveis ainda mais baixos. Neste momento, 15h43min, o fechamento está em 54.493 e se até o encerramento da sessão o índice não fechar acima dessa linha então vai desenhar um tríplice como a seguir indicado:

A = 47.793 no lugar de (2)

B = 68.968 no lugar de w1

C = Entre 49.432 e 47.793 quando se encerraria a onda (2).

Enfim, um desastre, mas que não anula a hipótese inicial de que estamos na onda primária de alta V.

==============

I.Bovespa – Atualização 10/05/2012

IBOVESPA-DIARIO 10-05-2012

IBOVESPA-DIARIO 10-05-2012

Como mostra o gráfico acima, o índice está seguindo rigorosamente a previsão.  Varou o segundo suporte (60.882) que agora se torna resistência. Enquanto permanecer entre suporte e resistência não haverá atualizações.

 

==============

ATUALIZAÇÃO: abril 10, 2012

IBOVESPA-DIARIO

IBOVESPA-DIARIO 10-04-2012

Estamos na onda primária V que segue após o término da onda de igual categoria IV em 29.435. Trata-se de onda de longa duração e que poderá levar o índice a niveis recordes. O inicio dessa onda se fez com 5 ondas menores a saber: w1 = 43.441; w2 = 35.721; w3 = 54.955; w4 = 48.261 e w5 = (1) = 71.068.

A partir do ponto mais elevado, o índice desenhou uma onda (2) de estrutura 3-3-5, completando a onda intermediaria (2) em 47.793, no mesmo nivel da onda 4 de grau inferior e que constitue forte suporte. A formação demorada desta onda, 19 meses, pode ser atribuida à compensação da rapidez da recuperação anterior e ao panorama de incertezas que o mundo continua enfrentando.

A partir do término da onda (2) a onda intermediaria (3) teve inicio com 5 ondas de grau minuto dando formação a onda  menor  w1 = 68.969.  A queda que se segue é a onda w2 que encontrará suportes significativos em 60.882 e 55.883.  Os osciladores e indicadores irão confirmar o momento da reversão. Vamos aguardar e tenham boa sorte.

(Obs.: Esta é uma análise técnica, fundamentada em cálculos matemáticos e teorias sociológicas e psicológicas aplicadas ao comportamento dos indivíduos e não significa recomendação de compra ou venda de ativos) Nota: Enquanto as cotações se mantiverem no intervalo suporte/resistência não haverá atualizações, exceto se novos fatos determinantes assim as exigirem.

 

Deixe um comentário seu:

%d blogueiros gostam disto: